• icone telefone

    Telefone

    15 3373 - 3131

  • icone celular

    Celular

    11 97528-7087
    15 99701-6734

  • icone nextel

    Skype

  • icone email

    E-mail

    vendas@gramaspardim.com.br

fale conosco

Grama Santo Agostinho

Fotos da Grama Santo Agostinho (nome científico: Stenotaphrum Secundatum)

grama santo agostinho grama santo agostinho grama santo agostinho grama santo agostinho grama santo agostinho
DescriçãoCaracterísticas
Nome Cientifico:Stenotaphrum Secundatum
Nomes Populares:Grama Santo Agostinho, Grama inglesa e Grama de Búfalo
País de origem:América do Sul
Família de origem:Poaceae
Adaptação aos climas:Equatorial, Oceânico, Subtropical, Tropical
Altura máxima das folhas:menos de 15 cm
Luminosidade:Meia sombra, Sol Pleno
Cor da Folhagem:Verde escuro
Tipo:Ornamental
Ciclo de vida:Perene (longo)

Conhecendo a Grama Santo Agostinho

A Grama Santo Agostinho (Stenotaphrum Secundatum) tem sua origem da América do Sul, bastante utilizada em áreas paisagísticas dos Estados Unidos, é uma espécie rústica, com folhagem lisa, estreita e isenta de pelagem, com tamanho e comprimento medianos. Sua coloração é o verde-escuro levemente azulado. Uma gramínea de pequeno porte quando se fala em dimensão, atingindo dificilmente a altura máxima de 15 cm. No entanto, seu crescimento lateral é considerável podendo facilmente se multiplicar mesmo com boas distancias entre um tapete e outro.

Para o cultivo de Grama Santo Agostinho, é necessário ter um solo fértil, podendo ser feita adubações semestrais e sua irrigação aplicada proporcionalmente com a temperatura ambiente. Apesar de necessitar de manutenção frequente e regular, esse tipo de grama resiste bem em épocas de seca e estiagem. Além de conseguir sobreviver em locais úmidos, como em leitos de rios, encostas, ao redor de lagoas e lagos. Das espécies de gramas existentes típicas de clima ensolarado, a Grama Santo Agostinho apresenta maior resistência de cultivo em áreas semi-sombreadas, ficando atrás apenas para a Grama São Carlos, que é exclusivamente indicada para esses ambientes.

Seu plantio pode ser feito através de mudas, sementes ou pela forma mais comum que são em placas medindo aprox. 0,5 m². Se sua região ocorrem períodos de seca, exigirá uma irrigação redobrada. Também não é indicado deixar as folhas alcançarem os 3 cm de altura, exigindo o trabalho de poda constante. Contudo, é necessário cuidados com a poda, pois em caso de ficar extremamente baixa pode comprometer seu desenvolvimento. Apesar de ter grande resistência ao cultivo em áreas semi-sombreadas, a Grama Santo Agostinho não pode ser cultivada em ambientes fechados e internos, com ausência de luz.

A grama Santo Agostinho além de resistir ser cultivada sob meia sombra, resiste também à salinidade que possa estar atribuído no solo. Sendo uma das principais indicações em regiões litorâneas, regiões úmidas, parques aquáticos, resorts e algumas áreas industriais. Além disso, possui uma vantagem de quando plantada em áreas extensas, conseguir compor, se multiplicar e fechar mesmo se ocorrer falta de metragem. Possui tolerância a pisoteio de pessoas, não indicada para o uso em campos de futebol e desportivo. Devendo ser coberta em épocas de baixas temperaturas ou geadas.

Em relação a pragas, insetos e ervas daninhas, a grama santo agostinho também apresenta imunidade sufocando-as através de seu caule, sem maiores dificuldades. Obtém sua multiplicação de duas formas diferentes, por dispersão de suas sementes e também através da divisão dos rizomas que ficam enraizados no subsolo. Suas sementes são facilmente encontradas em lojas de semeaduras e se optar por tapetes, também é muito comercializado em lojas especializadas para o cultivo.

É rizomatosa, ou seja, seu caule fica na parte inferior e suas folhas sobre o solo. Cultivada nativamente abaixo de árvores. Suas utilizações são inúmeras, uma espécie vegetal cientificamente denominada Stenotaphrum Secunda. Estes fatores fazem da Grama Santo Agostinho, uma excelente opção para diversas áreas.

Principais Indicações

  • Áreas litorâneas, serranas e a beira-mar.
  • Áreas de meia sombra.
  • Climas amenos, com incidência solar regular.
  • Casa de campo, praia, áreas publica e condomínios.
  • Parques aquáticos, resorts e casas de campo.

Vantagens ao adquirir a Grama Santo Agostinho

  • Adapta-se bem a regiões litorâneas.
  • Muito resistente a pragas e doenças.
  • Pode ser cultivada a pleno sol ou a meia sombra.
  • É tolerante a salinidade.
  • Se reproduz mais rapidamente, conseguindo obter fechamento inclusive quando há falta de metragem.
  • Forma um gramado rustico e bem bonito, quando bem cultivado.

Desvantagens ao adquirir a Grama Santo Agostinho

  • Em dias mais frios e que apresentam geadas, deve-se aplicar uma cobertura de terra.
  • Não resiste ao pisoteio excessivo.
  • Não é indicada para campos de futebol ou qualquer outro tipo de esporte de trafego intenso.
  • Seu custo de aquisição e implantação, não é muito barato.
  • Não resiste a altas temperaturas e em regiões áridas (seca).

A família Poaceae

A família Poaceae é popularmente conhecida como a família de espécie vegetal capineiro, da grama e das relvas. Composta de mais de 670 (seiscentos e setenta) gêneros de classificação e mais de 10.000 (dez mil) diferentes espécies. Nacionalmente falando, são encontradas aproximadamente 150 (cento e cinquenta) gêneros diversificados e 1.500 (mil e quinhentas) espécies diferentes.

A família Poaceae consiste de uma grande importância econômica e alimentar para os seres humanos, dentre as suas espécies então: a cana de açúcar, a cevada, o arroz, a aveia, o milho, o bambu, o trigo, o centeio e outras espécies. São apenas alguns exemplos. Uns são cultivados para a construção civil, como o Bambu na Ásia. Outros são cultivados para alimentar animais, como o milho no México. E outros simplesmente cultivados para atender a demanda na produção de iguarias na culinária mundial, como o arroz, a aveia e a cevada, e muitos outros.

Morfologicamente, as folhas das gramíneas alongadas e com nervura do tipo paralelinérvea. São também invaginantes, sendo que a bainha aparece fendida. Alternas e dísticas, as folhas apresentam uma união da lâmina foliar com a bainha, que recebe o nome de lígula. A lígula pode ser membranosa maleável, pilosa ou mista. Esta junção é determinante para a taxonomia, sendo peculiar à esta família.

As sementes desta família apresentam uma gama bem variável de adaptações desenvolvidas para obter sucesso no momento da dispersão. Entre as quais podemos citar arestas, pêlos, espinhos e farpas que facilitam a fixação na pele de um animal errante, por exemplo. Os pêlos abrandam a queda da semente no momento da dispersão e as arestas ajudam a fixar quando o solo não é muito favorável. Os tipos de reprodução deste grande grupo podem ser assexuada, auto-fertilização ou por cruzamento entre indivíduos.

Dicas de cultivo da Grama Santo Agostinho

Como já sabemos essa grama cresce bem em áreas sombreadas, contanto que receba pelo menos quatro horas de sol direto por dia. Esse tipo de vegetação requer mais água em comparação, por exemplo, com a grama bermudas, para evitar que entre em dormência. O plantio geralmente é feito no início da primavera, quando as temperaturas do solo estão mais amenas ou após o término da última geada.

Devido ao fato da grama Santo Agostinho ser muito indicada para compor gramados, acabamos não lembrando que também pode ser uma boa opção para a contensão de erosão.

Tem um papel fundamental em pastagens, conservação da vegetação abaixo das árvores, próximo ao mar, onde há danos de névoa salina ou em outras gramíneas. Também podendo ser usada para silagem.

Embora comumente encontrada em siliciosos e calcários areias perto do mar, também cresce em uma grande variedade de solos bem ou mal drenados, arenosos com argilas leves. Encontrado em solos inférteis ou moderadamente férteis, com pH 5,0-8,5 ( calcário areia ). Tem boa tolerância à salinidade do solo (a 15 dS / cm) e de sal trazida pelo vento do mar.

Caules e folhas da grama Santo Agostinho

As hastes espalham extensivamente sobre a superfície do solo, produzindo regularmente raízes (ou seja, raízes adventícias) em suas articulações (ou seja, nós). Curto vertical (ereto ou ascendente) floração decorre (ou seja, colmos) também são produzidos fora delas rastejando caules (ou seja, estolões). As hastes são geralmente verdes, sem pelos (ou seja, glabro), e muitas vezes são um pouco achatados (ou seja, comprimido).

As folhas constituídas por uma folha de revestimento, que envolve parcialmente a haste, e uma folha espalhando lâmina. Essas folhas são dispostas alternadamente ao longo das hastes, mas às vezes pode parecer quase emparelhado (ou seja, à frente), onde as articulações (ou seja, os nós) são muito próximos uns dos outros. A folha de bainhas (3-6 cm de comprimento) é na sua maioria sem pelos (ou seja, glabra), com exceção de alguns longos cabelos perto de onde se juntam para a folha de lâmina.

Eles são dobrados e geralmente possuem coloração verde pálido ou esbranquiçado em direção à base. Quando a folha de cobertura se junta à folha lâmina há uma linha de pelos curtos (isto é, ciliados lígula) de cerca de 0,5 mm de comprimento. A folha de lâminas é dobrada quando jovem, mas pode ser plana ou permanecem dobrados quando eles são maduros. Estas folhas lâminas (2-30 cm de comprimento e 3-12 mm de largura) têm margens inteiras e, ao contrário da maioria das gramíneas, eles geralmente têm pontas arredondadas (ou seja, obtusos ápices).

Passo a passo de como plantar Santo Agostinho

  • Faça um buraco de 15 cm seis meses antes do plantio da grama Santo Agostinho, para checar a faixa de variação do pH do solo. Essa grama deve ser plantada em solo com pH variando entre 5,0 e 8,5 para melhor absorção de nutrientes. Siga as indicações do teste de análise de solo. Espalhe o calcário sobre solo ácido que apresentar pH abaixo de 5,0 ou aplique o enxofre em solo alcalino que apresentar pH acima de 8,5. Espere três meses e faça a análise de solo novamente.
  • Aplique um fertilizante pós-plantio no momento da implantação para adicionar nutrientes ao solo e favorecer o desenvolvimento do sistema radicular da grama Santo Agostinho. Use 50 g de fertilizante contendo NPK nas concentrações 10-20-10 à cada m². Coloque o fertilizante nos primeiros 5 a 10 cm de solo.
  • Umedeça o solo. A grama Santo Agostinho pode ser implantada por sementes ou tapetes de grama, dependendo de sua escolha. Se for utilizar tapetes, coloque-os com as extremidades unidas uns aos outros e trabalhe de fora para dentro de seu jardim. Escalone os rolos para que não se forme uma emenda. O plantio por semeadura pode ser feito distribuindo-se as sementes com um dispersor rotativo. Distribua de 1,5 a 2,5 g sementes à cada m².
  • Encha metade de um rolo para alisamento de terrenos gramados com água. Empurre o rolo sobre a grama plantada ou sobre as sementes para estabelecer um contato adequado entre elas e o solo.
  • Fertilize o terreno novamente seis semanas após o estabelecimento dos tapetes de grama ou três meses após a semeadura. Aplique 5 g de nitrogênio por m².
  • Corte pedaços dos tapetes de gramas usando uma espátula, para gramar áreas pequenas.
  • Não fertilize a grama Santo Agostinho em excesso, para evitar o acúmulo de palha. Aplique 500 g de nitrogênio por mês durante o período de crescimento. como plantar grama santo agostinho

Gostou desse artigo? Curta e compartilhe no seu Facebook

Conheça outros tipos de Gramas

  • gramas pardim - Escritório
  • KM 177, Raposo Tavares - Bairro do Pinhal
  • itapetininga / são paulo
  • vendas@gramaspardim.com.br
Logo Gramas Pardim

A Gramas Pardim atende em diversos estados do Brasil, principalmente nestas cidades e regiões de São Paulo.

Itapetininga - Campinas - Ribeirão Preto - Avaré - São Paulo - Sorocaba - Bragança Paulista - Pindamonhangaba - Itapecerica da Serra - Cotia - Idaiatuba - Araçatuba - Sarapuí - Tatuí - São Miguel Arcanjo - Rio Claro - Atibaia - Araraquara - Hortolândia - Itapevi - Americana - Presidente Prudente - Sumaré - Santos - Barueri - Limeira - Franca - Jundiaí - Bauru - Itaquaquecetuba - Piracicaba - São José do Rio Preto - São José dos Campos - Osasco - Santo André - Guarulhos - Itaquera - Diadema - Mauá - Carapicuíba - Mogi das Cruzes - São Vicente - Suzano - Guarujá